OPERAÇÃO PADRÃO, PARALISAÇÕES E ENTREGA DE CARGOS - (AGE 13/05/2022)



Em reunião da assembleia permanente da Campanha Salarial realizada na tarde de 13 de maio de 2022, os Analistas de Comércio Exterior (ACE) votaram de forma unânime pela continuidade da operação padrão realizada pela carreira desde o dia 2 de maio. A operação padrão já vem afetando o prazo médio de autorização de atos concessórios de drawback, de licenças de importação, da conclusão de investigações antidumping e de subsídios, divulgações de estatísticas de comércio exterior, análise de pleitos e consultas públicas de ex-tarifario, entre outros, e deverá afetar novas atividades nas próximas semanas. Os membros da carreira presentes votaram favoravelmente também pela realização de 3 novas paralisações de meio período (de 14h às 18h), nos dias 17/05, 24/05 e 27/05, quando será realizada uma nova reunião da assembleia permanente para deliberação dos próximos passos. As paralisações do mês de maio estão sendo realizadas de forma conjunta com as carreiras de planejamento e orçamento e de políticas públicas e gestão governamental.

Na mesma reunião os ACEs decidiram iniciar um processo de entrega dos cargos, funções comissionadas e substituições ocupadas pelos Analistas de Comércio Exterior que atuam na SECEX, SE-CAMEX, SDIC e SIMPE, vinculadas ao Ministério da Economia, e no DNAC, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, caso persista o cenário de ausência de negociação efetiva com o governo. Os Analistas de Comércio Exterior defendem a valorização da carreira e das políticas públicas pelas quais são responsáveis, reivindicando uma recomposição salarial referente às perdas enfrentadas no atual mandato presidencial, estimadas em 28,2% pelo IPCA até o final de 2022, e a realização urgente de um concurso público para os cargos desocupados.

DESTAQUES

RECENTES

ARQUIVOS